O Campeonato Brasileiro de 2004 foi marcado por intensas disputas e momentos inesquecíveis para os torcedores. No entanto, além das memórias esportivas, essa edição do campeonato também é lembrada por uma razão mais sombria: a perda de vários atletas que participaram da competição.

Ao longo dos anos, 12 jogadores que estiveram em campo naquele ano já faleceram, deixando um legado no futebol brasileiro e a saudade nos corações dos fãs.

Max – Botafogo

Max, goleiro que defendeu o Botafogo em 2004, foi um dos jogadores que nos deixaram prematuramente. Reserva de Jefferson, Max entrou em campo cinco vezes durante o campeonato. Sua última temporada pelo clube carioca foi em 2007, e após passar por diversos times, encerrou sua carreira em 2014. Infelizmente, em 2017, após um acidente de carro decorrente de uma tentativa de assalto, Max sofreu um edema cerebral e faleceu aos 42 anos.

Fred Rincon – Corinthians

O volante Fred Rincon, ícone do futebol colombiano, também estava no Campeonato Brasileiro de 2004, atuando pelo Corinthians. Aos 38 anos, ele não teve uma temporada de destaque e decidiu se aposentar no mesmo ano. Em abril de 2022, Rincon sofreu um grave acidente de carro e, após lutar pela vida, faleceu aos 55 anos.

Carlos Adriano “Alemão” – Coritiba

Carlos Adriano, conhecido como Alemão, era um jovem atacante do Coritiba em 2004. Promovido ao time principal, ele teve uma temporada de destaque, marcando oito gols em 28 jogos. Após uma promissora carreira, Alemão sofreu um trágico acidente de carro em 2007, falecendo aos 23 anos.

Participe do Nosso grupo VIP e Receba Gols e as principais Notícias no seu Celular 👉 https://futebolderesultado.com/gols

Reginaldo Araújo – Flamengo

Reginaldo Araújo, lateral direito revelado pelo Coritiba, estava no elenco do Flamengo em 2004. Participou de 10 jogos como titular, mas não marcou gols. Após se aposentar em 2010, Reginaldo iniciou sua carreira como auxiliar técnico. Em 2016, sofreu um infarto durante um treinamento e faleceu aos 38 anos.

Diogo – Flamengo

O atacante Diogo, revelado pelo Santos, teve uma passagem pelo Flamengo em 2004, onde deixou boa impressão. Após jogar por diversos clubes, Diogo sofreu um acidente de moto em 2021 e faleceu aos 38 anos, após colidir contra um poste.

Fernandão – Internacional

Fernandão, um dos maiores ídolos do Internacional, teve sua primeira passagem pelo clube em 2004. Marcou 13 gols em 25 jogos no Brasileirão daquele ano. Após uma carreira vitoriosa, Fernandão faleceu em 2014, aos 36 anos, vítima de um acidente de helicóptero.

Jean Carlos – Fluminense e Juventude

Jean Carlos iniciou 2004 no Fluminense e transferiu-se para o Juventude durante o Campeonato Brasileiro. Titular na equipe gaúcha, ele jogou 35 partidas e marcou um gol. Em 2013, Jean Carlos sofreu um acidente de carro e faleceu aos 30 anos.

Serginho – São Caetano

Serginho, zagueiro do São Caetano, esteve em campo em 28 jogos do Brasileirão de 2004. Em uma partida contra o São Paulo, Serginho passou mal e desmaiou em campo, vindo a falecer devido a uma parada cardíaca. Sua morte, aos 30 anos, teve grande repercussão e levou a punições ao clube por negligência.

Cléber Santana – Vitória

Cléber Santana, meio-campo do Vitória em 2004, foi titular em 39 rodadas e contribuiu com quatro gols. Após uma carreira de sucesso, Cléber estava na Chapecoense quando, em 2016, faleceu no trágico acidente aéreo da equipe, aos 35 anos.

Alex Alves – Vasco

Alex Alves, atacante do Vasco em 2004, jogou 11 partidas e marcou três gols. Após lutar contra uma doença rara, Alex faleceu em 2012, aos 37 anos, devido a falência múltipla dos órgãos.

Coutinho – Vasco

Coutinho, volante revelado pelo Vasco, teve uma boa temporada em 2004, jogando 39 rodadas. Após uma carreira com altos e baixos, Coutinho faleceu de infarto em 2020, aos 36 anos, enquanto almoçava com sua família.

Patrick – Guarani

Patrick, lateral esquerdo do Guarani, jogou 33 partidas no Brasileirão de 2004. Após se aposentar, Patrick faleceu em 2016, aos 35 anos, após uma cirurgia no cérebro.

Conclusão

Os 12 jogadores do Campeonato Brasileiro de 2004 que já faleceram deixaram suas marcas no futebol brasileiro. Suas histórias, dentro e fora dos campos, são lembradas com respeito e admiração. Eles são parte da memória esportiva do país e suas trajetórias continuam a inspirar novas gerações de atletas e torcedores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *