John Textor e Botafogo levam ao STJD evidências de manipulação a favor do Palmeiras no Brasileirão: ‘99% de certeza’.

O empresário norte-americano seguirá tentando comprovar que o campeonato foi manipulado. Textor confirma que já entregou evidências ao STJD. O ofício foi entregue hoje, às 12h45.

Nas reclamações, Textor se baseia no relatório da Good Game, empresa que ele contratou para analisar a arbitragem. Segundo o estudo, o Botafogo deveria ter mais pontos que o Palmeiras.

Sem ainda aceitar a expulsão de Adryelson contra o Palmeiras, Textor diz: “Nós pedimos à CBF para explicar porquê o VAR não mostrou os ângulos corretos de câmera para o árbitro, que poderia ter evitado o vermelho. Os juízes do STJD viram esses ângulos e rapidamente perceberam que o cartão vermelho foi incorreto. Podemos dizer, então, que a ‘virada’ de 6 pontos do Palmeiras foi incorreta”.

O norte-americano cita também outros erros que a Good Game apontou. A empresa destaca um jogo como “suspeito” de manipulação: Palmeiras 1×0 Bahia, no Allianz Parque, no dia 28 de outubro.

O método da Good Game é avaliar, com ajuda de inteligência artificial, todas as decisões dos árbitros. Em Palmeiras 1×0 Bahia, o relatório aponta 80% dos erros a favor do Alviverde. Segundo a empresa, a arbitragem deveria ser investigada.

Textor afirma que “especialistas externos confiáveis têm 99% de certeza que houve manipulação no campeonato”.

O STJD prometeu avaliar o pedido do Botafogo.

Espn Brasil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *