São Paulo não Aceita Camisa Preta e Branca em Ação de Patrocinador contra o Racismo

O São Paulo não aceita camisa Preta e Branca em ação de patrocinador contra o racismo. 

No próximo dia 20 de novembro é comemorado o dia da Consciência Negra, em comemoração ao dia, a Adidas patrocinadora alemã sugeriu o uso de um camisa preta e branca.

O Flamengo e o Internacional aceitaram utilizar a camisa, enquanto o São Paulo abriu mão da campanha contra o racismo.

O clube alegou que as cores estão relacionadas aos seus rivais Corinthians e Santos, por isso não foram aprovadas pela diretoria.

A Adidas foi procurada pela reportagem do Globo Esporte e informou em nota que “para todas as temporadas”, a adidas trabalha de maneira conjunta com os clubes para criação e aprovação dos uniformes de jogo, treino e roupas de viagem, deixando a possibilidade de cada clube definir o sobre o uso da terceira camisa ou uniformes comemorativos.

A recusa do São Paulo mostra que a relação entre o clube e o patrocinador está desgastada. 

Em setembro desse ano a marca lançou a terceira camisa de jogo, que segundo relatou o clube paulistas, fere o estatuto.

Recomendado: Flamengo bate Recorde de Público Contra o Corinthians

A camisa não foi aprovada pela gestão do clube, e o modelo não foi utilizado nas partidas do tricolor. 

A recusa não agradou a Adidas que havia produzido algumas amostras para jogos.  Além disso, outro caso foi em relação a um tênis crido com o símbolo do São Paulo.

Por causa do tamanho estampado no tênis, o São Paulo também não aprovou, e os materiais não foram vendidos.

Esse mesmo tênis foi colocado à venda em um Shopping pela Adidas, o que também desagradou o São Paulo,então o clube solicitou a retirada das prateleiras.

1 Comentário


Deixe um comentário