Primeiro Transplante de Rim de Porco em Humano é Realizado com Sucesso

Um transplante de rim de porco em humano foi realizado com sucesso, o rim geneticamente modificado não foi rejeito pelo corpo.

Pela a primeira vez um transplante desse tipo foi realizado com sucesso, o rim de um porco foi transplantado sem provocar rejeição imediata pelo sistema imunológico do paciente.

O que mostra um avanço potencial para ajudar a aliviar a escassez de órgãos humanos para transplantes.

O primeiro transplante de rim de porco em humano foi realizado no Langone Health, da Universidade de Nova York.

Ele envolveu um porco com genes alterados para que os seus tecidos não contivessem uma molécula que causa a rejeição imediata.

A receptora foi uma paciente com morte cerebral e com sinais de disfunção renal, a família permitiu que o procedimento fosse realizado antes que a paciente fosse retirada dos aparelhos.

Durante três dias o rim de porco ficou ligado às veias e artérias sanguíneas e mantido do lado de fora do corpo, garantindo assim o acesso aos pesquisadores.

Veja Também: O Menino Ficou Impressionado e sem Reação com essa atitude

Segundo o cirurgião do transplante, Robert Montgomery, os resultados do teste de função do rim transplantado “pareciam bem normais”.

O médico relatou que o rim produziu “quantidade de urina esperada” de um rim humano transplantado, e não houve rejeição vigorosa e quase imediata.

Além disso, o nível anormal de creatina do receptor – que é um tipo de indicador de função renal com deficiente – voltou ao normal após a realização do procedimento, disse Roberte Montgomery.

O animal geneticamente modificado ganhou o apelido de Galsafe, ele foi desenvolvido pela unidade Revivicor da United TherapeuticsCorp.

Ele foi aprovado pela Agência Reguladora dos Estados Unidos (FoodandDrug) em dezembro de 2020, para o uso como alimento para pessoas com alergia a carne e como uma fonte terapêutica.

Entretanto, os produtos médicos desenvolvidos a partir de agora com porcos devem ser aprovados pela FDA, antes de serem utilizados em humanos.

O primeiro transplante de rim de porco em humano será o caminho para novos testes em pacientes com insuficiência renal em estágio terminal, possivelmente em um ano ou dois.

0 Comentários

Deixe um comentário