Flamengo Apresenta Projeto para Construção de novo Museu na Gávea

O Flamengo apresenta projeto para construção de novo Museu na Gávea, na noite desta quinta-feira, a diretoria do rubro-negro carioca apresentou o projeto e os patrocinadores parceiros na construção do seu novo museu.

O novo museu será moderno e mais amplo e terá um custo de R$ 18 milhões. O evento de apresentação do projeto teve a presença de alguns ídolos do clube como Adílio, Andrade, Mozer e Júlio César Uri Gueller.

O projeto será conduzido pela Mude Brasil, empresa responsável por museus da Conmebol.

A criação do museu do Flamengo não será apenas para torcedores do clube, mas será também um novo ponto turístico no Rio de Janeiro.

Ao todo, 30% dos recursos utilizados para construção do museu serão da Mude Brasil, outra parte dos recursos será do próprio Flamengo por meio de um financiamento que o clube carioca conseguiu junto à AgeRio.

Os outros 70% serão de patrocinadores que já confirmaram a liberação dos recursos para o projeto.

A construção de um novo museu é um sonho antigo dos sócios e de torcedores do Flamengo, inicialmente ele deve ocupar 1200m² na sede da Gávea, com previsão de inauguração em julho de 22, depois ele será ampliado para 2000m².

O museu terá um percurso com 14 áreas temáticas, abrangendo o futebol, o remo, o basquete e outras modalidades. Além disso, haverá também um setor para homenagear a torcida rubro-negra.

Recomendado: São Paulo não Aceita Camisa Preta e Branca em Ação de Patrocinador contra o Racismo

A diretoria do clube também temobjetivo de transformar o espaço em um espetáculo interativo e impactante, com soluções de inteligência artificial para oferecer uma excelente experiência aos visitantes.

O projeto do Flamengo irá trazer benefícios para a capital carioca, segundo um estudo realizado pela FGV (Fundação Getúlio Vargas), e divulgada pelo próprio clube, o novo museu promoverá impacto no ecossistema do turismo do Rio de Janeiro.

O índice de alavancagem econômica é de R$37,00 o que significa que para cada R$ 1 real investido no projeto, R$ 37 reais volta para economia do Rio, seja em impostos, na geração de emprego ou em serviços relacionados com o turismo.

2 Comentários


Deixe um comentário