LUGANO NO SÃO PAULO

Lugano no São Paulo

Diego Lugano e Diego Lugano Almeida estavam conversando no restaurante do hotel onde o novo capitão do São Paulo se hospedou na noite desta terça-feira, depois de ter sido recepecionado por cerca de mil torcedores no desembarque no Aeroporto Internacional de São Paulo. O assessor de imprensa do São Paulo, Felipe Espindola, provocou a brincadeira e perguntou ao jogador: “Como você se chama?”. A resposta: “Diego Lugano”. Depois ele repetiu a pergunta para o menino de três anos que estava no colo do atleta. Resposta: “Diego Lugano, mas me chamam de Luganinho”.

Esta foi uma das cenas do encontro entre o zagueiro uruguaio Diego Lugano e o garoto que foi batizado com seu nome por insistência do pai, o fanático tricolor William de Almeida, um caminhoneiro de 32 anos. “Foi inesquecível. A família do Lugano é espetacular. Humildade 100 por cento. Foi tudo perfeito”, disse. E ele revelou: “Este encontro não partiu do fã. O Lugano se esforçou para nos conhecer. Desta vez, o ídolo quis conhecer o fã e não o contrário”, comemorou.

A chegada de Diego Lugano no São Paulo impulsionou as vendas no site online do clube. O primeiro lote com cerca de 290 camisetas em homenagem ao zagueiro uruguaio esgotou em menos de 24 horas. Agora, o marketing tricolor aposta em um modelo vermelho, com a mesma imagem do beque com o nariz sangrando.

A camisa ainda traz a mensagem DIO5, usando o número 5 para complementar a palavra Diós (Deus, em espanhol), como é comumente chamado Lugano pelos torcedores do São Paulo. O Tricolor Paulista disponibiliza o modelo vermelho por R$ 69,90. Mais uma vez, foram produzidas cerca de 290 unidades.

LUGANO NO SÃO PAULO

A procura do produto superou as expectativas e ultrapassou até mesmo outras camisetas em homenagem a ídolos como o ex-goleiro Rogério Ceni e o atacante Luis Fabiano depois que ambos jogadores do São Paulo no ano passado.

Diego Lugano desembarcou em São Paulo na noite da última terça-feira e foi recebido com enorme festa são-paulina no Aeroporto de Guarulhos. No dia seguinte, conheceu os novos companheiros e comissão técnica no CT da Barra Funda e tem feito atividades no Reffis para ganhar peso e ficar à disposição do técnico Edgardo Bauza.

Lembrando que desde a despedida de Rogério Ceni, a torcida pressionava a diretoria por Lugano no São Paulo.

Você pode gostar...

Deixe um comentário